terça-feira, 26 de agosto de 2014

Rui Costa: "BA-654 já é uma prioridade se eleito".


O candidato a governador Rui Costa (PT) fez uma mega carreata no ultimo sábado, 23 de agosto, em Eunápolis, extremo sul baiano (como informou o site o xarope), ao lado de Otto Alencar (PSD), candidato a senador e João Leão (PP), candidato a vice. Centenas de carros participaram da carreata, que percorreu diversos bairros. No evento estavam o prefeito da cidade, Neto Guerrieri; a prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira (PSD); o marido e ex-prefeito Robério; o deputado Ronaldo Carletto (PP), entre outras autoridades política.

Lideranças de Taboquinhas também estiveram presentes na carreata com o candidato em Eunápolis na oportunidade o grupo formado pelo Vereador Maurição, Dél Assunção,  Lauro Setúbal e Cloves Satiro acompanhando a carreata pela cidade, na oportunidade o candidato Rui Costa conversou com o grupo a respeito da estrada que liga Taboquinhas a Itacaré, Rui informou que uma de suas prioridades são essas estradas e rodovias inacabadas e que conhece a luta dos moradores do distrito de Itacaré e que vai sim terminar a obra que ainda não chegou na metade do caminho caso seja eleito governador do estado da Bahia.

Até agora, a carreata de Eunápolis foi o maior evento político que o candidato petista Rui Costa participou no extremo sul baiano, entusiasmando os governistas. Outros candidatos do PT, além dos citados, também participaram, entre eles os deputados Waldenor Pereira (federal) e José Raimundo (estadual). No ponto final da carreata, na Feira do Bueiro, um ato público reuniu centenas de pessoas. 

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Festa é realizada no Ilê axé Mukalembê em Taboquinhas.


Nos dias 23, 24 e 25 de agosto, foi realizado no Ilê axé Mukalembê na Rua Beira Rio em Taboquinhas, a festa de Oxóssi (sábado), a festa de Mano o tradicional Samba da Marujada (domingo) e nesta segunda finaliza-se a festividade com o Tabuleiro.

A festança contou com a participação do Pai Toninho (Bolomim), que é o babalorixá do dono do Ilê axé Mukalembê, conhecido como Tico da beira rio. Juntos estavam os babalorixás Nelza (Nanganze), Geni (Acoibô), Dona Pecília e Juarez (Kafuomin).

Que os orixás abençoem a todos que contribuíram com esta festa, participando com garra e fé, disse Pai Toninho.

O que é o Candomblé:

O candomblé é uma religião africana trazida para o Brasil no período em que os negros desembarcaram para serem escravos. Nesse período, a Igreja Católica proibia o ritual africano e ainda tinha o apoio do governo, que julgava o ato como criminoso, por isso os escravos cultuavam seus Orixás, Inquices e Vodus omitindo-os em santos católicos.

Os orixás, para o candomblé, são os deuses supremos. Possuem personalidade e habilidades distintas, bem como preferências ritualísticas. Estes também escolhem as pessoas que utilizam para incorporar no ato do nascimento, podendo compartilhá-lo com outro orixá, caso necessário.

Os rituais do candomblé são realizados em templos chamados casas, roças ou terreiros que podem ser de linhagem matriarcal (quando somente as mulheres podem assumir a liderança), patriarcal (quando somente homens podem assumir a liderança) ou mista (quando homens e mulheres podem assumir a liderança do terreiro). A celebração do ritual é feita pelo pai de santo ou mãe de santo, que inicia o despacho do Exu. Em ritmo de dança, o tambor é tocado e os filhos de santo começam a invocar seus orixás para que os incorporem. O ritual tem no mínimo duas horas de duração.

O candomblé não pode ser igualado à umbanda. No candomblé, não há incorporação de espíritos, já que os orixás que são incorporados são divindades da natureza; enquanto na umbanda, as incorporações são feitas através de espíritos encarnados ou desencarnados em médiuns de incorporação. Existem pessoas que praticam o candomblé e a umbanda, mas o fazem em dias, horários e locais diferentes. Por Gabriela Cabral.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Motoniveladora que prestava serviços em Taboquinhas Bateu o motor.


Há alguns meses, uma motoniveladora estava trabalhando na Zona Rural de Taboquinhas e bateu o motor, o veículo pertencia a Prefeitura Municipal de Itacaré.

A máquina estava fazendo melhoramento das estradas vicinais, na Região do Pau Brasil, e quando estava sendo conduzida para Taboquinhas parou de funcionar. Para ser estacionada, teve que ser puxada por uma retroescavadeira. O veículo era muito antigo, e toda vez que trabalhava aparecia um defeito, proferiu Taboquinhense.

A máquina está estacionada na Rua João Coutinho (rua comercial), e todos que por ali passam se incomoda, pois no local acumula-se lixos, limos, e o veículo está muito enferrujado, o local também serve de banheiro, deixando o lugar com mal cheiro

Aconselhamos a Secretária de Transportes a tomar as devidas providências, antes que algo inesperado aconteça no local.

Começou a campanha de vacinação contra raiva em Taboquinhas.


Começou na última segunda-feira (11-08-14), em Taboquinhas a campanha de Vacinação Antirrábica que vai até dia 30 de setembro com o objetivo de vacinar todos os cães e gatos acima de 03 meses de idade.

A raiva é uma doença infecciosa que afeta os mamíferos, causada por um vírus que se instala e multiplica primeiro nos nervos periféricos e depois no sistema nervoso central e dali para as glândulas salivares, de onde se multiplica e propaga. Por ocorrer em animais e também afetar o ser humano, é considerada uma zoonose.

A melhor forma de prevenção é vacinar o animal todo ano. A idade para vacinar é a partir de 03 meses e animais que forem vacinados pela primeira vez deverá tomar a segunda dose com 30 dias após a primeira.

Para vacinar seu animal compareça no Posto Maria de Lourdes Araújo (pelo fundo, na Rua João Coutinho).

Esta é uma realização da Prefeitura Municipal de Itacaré através da Secretaria Municipal e Estadual de Saúde.

A vigilância em saúde orienta:

• Não deixem crianças levarem os animais;
• Se possível levar o animal já com a focinheira;
• Não esquecer de levar o cartão de vacinação animal.